Quais os critérios na contratação de um Síndico Profissional?

Atualmente vem crescendo a necessidade de contratação de síndicos profissionais para administrar os condomínios. A ideia do síndico morador ainda permanece na cabeça de alguns moradores, uma corrente mais conservacionista. Porém, muitas são as dificuldades enfrentadas no dia a dia do síndico morador, levando o condomínio a optar pela contratação de um profissional mais qualificado para solucionar os problemas. A partir deste momento, encontra-se a necessidade de procurar no mercado quais profissionais podem desempenhar este serviço. Na prática, uma comissão é constituída por meio de uma Assembléia para analisar as propostas dos candidatos ao cargo, e uma vez feita esta seleção deverá ser apresentada para votação em Assembleia instituída para este fim. Mas durante o processo de análise das propostas é necessário balizar quais critérios devem ser observados na escolha deste profissional.

 

Muitos síndicos profissionais atuantes no mercado trabalham por conta própria, administrando mais de 10 (dez) condomínios, sem qualquer equipe de apoio em casos de necessidade. Ter uma equipe multidisciplinar de colaboradores (arquitetos, engenheiros, administradores, advogados) ajuda a encontrar a melhor solução para o problema enfrentado. É preciso entender que não existe um padrão da quantidade de visitas que o síndico deve fazer ao condomínio, o trabalho a ser desempenhado vai depender da necessidade de cada condomínio.
omissão é constituída por meio de uma Assembléia para analisar as propostas dos candidatos ao cargo, e uma vez feita esta seleção deverá ser apresentada para votação em Assembleia instituída para este fim. Mas durante o processo de análise das propostas é necessário balizar quais critérios devem ser observados na escolha deste profissional.

 

O primeiro aspecto importante é buscar serviços que sejam desempenhados por meio de uma empresa com boas referências no mercado. Fuja da contratação direta por meio de pessoa física, além de ocasionar maior impacto financeiro no orçamento do condomínio, pois haverá a dedução de encargos sociais (INSS, FGTS, PIS, IR e outros), trabalhar desta forma abre um precedente perigoso para configurar uma relação trabalhista. Ainda sob o aspecto da contratação da pessoa jurídica, analise documentos que possam demonstrar sua boa saúde financeira, sua experiência e reconhecimento junto a sindicatos e associações, se a empresa emite nota fiscal e está ativa perante a Junta Comercial.
omissão é constituída por meio de uma Assembléia para analisar as propostas dos candidatos ao cargo, e uma vez feita esta seleção deverá ser apresentada para votação em Assembleia instituída para este fim. Mas durante o processo de análise das propostas é necessário balizar quais critérios devem ser observados na escolha deste profissional.

 

Procure observar quais os meios de comunicação que o síndico vai disponibilizar aos moradores para que não exista lacunas e falhas na comunicação, normalmente se utiliza um telefone e e-mail profissional, ou até um site do próprio condomínio para receber e enviar comunicados. Algo muitas vezes preocupante nas relações perante os síndicos de forma geral, é com a transparência na gestão das contas. Incentivar um conselho fiscal atuante na gestão do síndico é de fundamental importância, procurar formas que busquem mais transparência como balancetes online, prestação de contas digitalizada, plantão de tira dúvidas do síndico periodicamente no condomínio, todas essas ferramentas de trabalho demonstram o interesse em não cometer irregularidades.

 

É bem verdade que um bom síndico profissional desempenha muita vezes no condomínio um papel de pacificador social, mediando conflitos internos entre os moradores, reduzindo a necessidade de judicialização de demandas ao Poder Judiciário. Deve possuir a neutralidade para tomadas de decisões, evitando desgastes desnecessários, promovendo maior dinâmica em fazer cumprir as normas e procedimentos. O relacionamento profissional com os condôminos facilita as negociações com inadimplentes, pois afasta o perdão de dívidas em virtude do grau de amizade.

 

Por fim, é importante ler atentamente as cláusulas prevista no contrato de prestação de serviços deste profissional (duração do contrato, deveres e obrigações, remuneração, rescisão, multa por descumprimento e etc.). Se faz necessário encaminhar uma minuta do contrato para todos os membros do conselho e moradores antes da votação em Assembleia, e caso seja necessário realizar as devidas alterações para posterior aprovação.

 

EIXXO – Síndico Profissional & Consultoria

E-mail: contato@eixxoconsultoria.com.br

Contato: +55 85 3039-7212

Escrito por: Dr. Saulo Venâncio, advogado especialista em direito imobiliário. Sócio da Eixxo síndico profissional e consultoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *